CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
TERÇA-FEIRA, 16 DE JULHO DE 2019
ULTIMA NOTÍCIA:
Transtornos psicológicos em adultos são provenientes da infância
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Mundo
  Mundo
 
Samsung lança Galaxy S9 na maior feira de celulares do mundo
Data Publicação:26/02/2018
O gigante sul-coreano Samsung apresentou, no domingo (25), seu novo celular de alta gama - o Galaxy S9 -, pensado para tirar proveito da realidade aumentada, um dia antes da abertura oficial do Mobile World Congress (MWC), a maior feira mundial de celulares que acontece em Barcelona.

Ausente no ano passado, a Samsung se beneficiou das apresentações mais discretas dos concorrentes para garantir o lugar de estrela do dia, com seu novo smart.

Dotado de tecnologia que permitirá o uso de aplicativos de realidade aumentada, o Galaxy S9 possui um design reformulado, mas conserva suas bordas curvas e confirma a tendência entre os fabricantes: a tela ocupa quase totalmente a superfície frontal do aparelho.

Disponível para o público a partir de 16 de março, o gadget será capaz de se transformar em um PC, com uma série de acessórios. O novo aparelho inclui a possibilidade de desbloqueio de tela mediante chave, impressão digital e reconhecimento facial, ou scanner de retina.

O gigante sul-coreano já havia antecipado que seu novo smart terá melhoras significativas no que diz respeito à câmara. O preço também deve mudar, e a previsão é de um aumento considerável em relação ao Galaxy S8.

"Os novos S9 parecem muito promissores (...). Por enquanto, são inovações incrementais, sem uma ruptura total. A Samsung terá que fazer uso de sua máquina de marketing para posicionar corretamente esses novos smartphones", comentou Thomas Husson, vice-presidente e principal analista da Forrester Consultant.

- Menos novidades em celulares -

Um pouco mais cedo neste domingo, o gigante chinês das telecomunicações Huawei lançou suas novidades: o computador portátil Matebook X Pro e o tablet MediaPad M5.

Será preciso esperar até 27 de março para que a Huawei, número três no mundo no mercado dos smartphones, revele em Paris seu novo modelo de alta gama, el P20, sucessor do P10.

Dotados de um tempo de carga reduzido, de maior duração da bateria e de capacidades técnicas melhoradas na comparação com as versões anteriores, os novos dispositivos integram uma interconexão simplificada entre os diferentes aparelhos da empresa: computador, tablet e smartphone.

A Huawei aproveitou para apresentar o que disse ser o primeiro chip que integra as normas da rede 5G, adotadas pela indústria em dezembro passado. Esse elemento será central no futuro.

Já o grupo sul-coreano LG lançou uma atualização de seu V30, o V30S, que tem a particularidade de incorporar a Inteligência artificial. À imagem da Samsung, a LG conta com integrar a Inteligência artificial a todos os aparelhos do grupo - dos smarts aos televisores.

A empresa não apresentou, porém, um novo celular para suceder ao LG G6, divulgado na edição de 2017 dessa feira mundial da telefonia móvel, que acontece na cidade catalã.

Ao fim do dia, em meio a bandeiras da Catalunha e a panelaços, centenas de separatistas catalães se reuniam diante do Palau de la Música, em Barcelona, para protestar contra a presença do rei Felipe VI.

O rei participou de um jantar, no qual declarou que a chave do sucesso da realização do WMC em Barcelona, desde 2006, tem sido a "colaboração" entre os governos central, catalão e a prefeitura da cidade.

Quebrando o protocolo, a prefeita de Barcelona, a esquerdista Ada Colau, e o presidente do Parlamento catalão, o separatista Roger Torrent, não participaram da recepção oficial ao rei.

Ambos criticam o rei por não ter mencionado diretamente os feridos das ações policiais durante o referendo de autodeterminação de 1º de outubro passado na Catalunha.

A expectativa é que mais de 100 mil pessoas circulem pelo congresso, que vai até a próxima quinta-feira (1º).


Fonte:Yahoo.com



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Trump anula sanções contra Pyongyang por apreço a Kim Jong Un
- Guaidó chega a Bogotá para aumentar pressão contra Maduro na Venezuela
- Observadores da ONU para cessar-fogo no Iêmen chegam a Hodeida em meio a novos confrontos
- Itamaraty não recebeu notícias de brasileiros vítimas de tsunami
- Trump rejeita acordo para evitar paralisação do governo
- Devedor pode ter passaporte e CNH bloqueados até quitar os débitos; entenda
- Goodyear fecha fábrica na Venezuela e paga funcionários com pneus
- Graças à sonda InSight, a humanidade agora pode ouvir os ventos de Marte
- Trump e Xi Jinping concluíram trégua comercial
- Novo protesto contra o governo mergulha França no caos
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.