CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
DOMINGO, 19 DE AGOSTO DE 2018
ULTIMA NOTÍCIA:
União Europeia não pediu retaliação ao Brasil por prisão de Lula
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Economia
  Economia
 
Concessões vão custar R$ 23 bilhões ao governo
Data Publicação:07/04/2018
As recentes derrotas e concessões feitas pela Presidência nos últimos meses vão custar caro. Um levantamento do jornal Folha de São Paulo mostra que elas farão com que o governo deixe de receber R$ 23 bilhões. O valor do “prejuízo”, no entanto, não será sentido imediatamente, já que as ações possuem efeito diluído pelos próximos 15 anos.

Derrotas

Uma das derrotas mais recentes do governo foi a do programa de regularização de dívidas tributárias, o Refis para as empresas do Simples. Ele havia sido vetado por Temer no início do ano, mas foi aprovado e segue para promulgação. Os custos incluem a perda de arrecadação de R$ 7,8 bilhões até 2033.

O texto aprovado indica que as empresas podem parcelas as dívidas vencidas até novembro de 2017 desde que paguem uma entrada de 5% do valor. O programa também prevê um desconto de 90% nos juros, 70% das multas e 100% dos encargos ao pagar a dívida integralmente, desconto de 80% dos juros, 50% das multas e 100% dos encargos ao realizar um parcelamento em 145 vezes ou um desconto de 50% dos juros, 25% das multas e 100% dos encargos ao optar por 175 parcelas.

Concessões

Entre as concessões onerosas para o governo está a revisão do veto do Funrural, programa de renegociação de dívidas no setor rural. Parlamentares que defendem os produtores querem um desconto de 100% nos juros e nas multas. O governo, por sua vez, aceitou negociar. A estimativa é de que as perdas cheguem a R$ 10 bilhões.

Cenário ruim

Outra derrota que o governo deve sofrer é a criação de fundos de investimentos individuais exclusivos. Sem acordo, a aprovação não deve acontecer.


Fonte:Yahoo.com



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Cobalto é o novo ouro e escassez já preocupa mineradores; entenda
- Saiba qual será o salário mínimo para 2019, de acordo com o governo
- A fabricante de alimentos Kraft Heinz trará novos produtos para o Brasil
- Dólar comercial atinge maior patamar desde 2016. Entenda a valorização da moeda frente ao real
- Temer assina acordos econômicos e sociais com o presidente do Suriname
- Inflação pelo IPC-S sobe de 0,17% para 0,34%
- Trump prorroga isenções de tarifas sobre aço e alumínio
- 15 estados venderão produtos sem impostos em 24 de maio
- Inflação fica em 0,09% em março, a menor taxa para o mês desde 1994
- Concessões vão custar R$ 23 bilhões ao governo
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Folha do Brasil - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2014.